Deficiência namoro

Sentimento de fracasso ao final da graduação

2019.08.25 20:30 criptonio Sentimento de fracasso ao final da graduação

Caí na universidade meio que de paraquedas. Escolhi meu curso literalmente eliminando as matérias que eu não gostava no ensino médio.
Fiz o ENEM e surpreendentemente passei para Bacharelado em Química numa boa universidade (UFSCar).
Tive muitos problemas no começo do curso, relacionados principalmente a ter que me virar sozinho em uma cidade 3 vezes maior que a minha. Saudades da família, cozinhar, ter as próprias pernas como único meio de transporte, término de namoro, dificuldade em fazer amigos e a solidão foram os principais deles. Além do cálculo, da geometria analítica e da física, claro. Por ter vindo direto de escola pública acabei sofrendo um bocado até conseguir suprir todas as minhas deficiências do ensino básico ao mesmo tempo que tinha que aprender os temas do ensino superior.
Quatro anos se passaram e cá estou pagando as últimas disciplinas do curso. As coisas até que saíram bem, gostei muito do curso; aprendi bastante; reprovei uma vez só (bendita geometria analítica); fiz bons amigos. Cenário ideal para que eu estivesse feliz, certo? Errado.
Olho para o lado e vejo amigos que fizeram 3 anos de iniciação científica, publicaram artigos, fizeram intercâmbio, participaram de atlética, congressos, centro acadêmico, monitoria, PET, projetos sociais etc. E eu "só fiz a faculdade". Até cheguei a fazer um ano de iniciação científica, mas não cheguei a ter um projeto próprio. Participei da orquestra da universidade por um semestre também, mas tive que sair por conflitos de horário.
Agora, buscando estágio em empresas, vejo uma imensa valorização de todas essas atividades extracurriculares que eu não fiz por estar focado nas disciplinas, que desde sempre foram meu objetivo principal.
Com isso vem esse sentimento de fracasso, mesmo depois de ter ralado imensamente pra concluir o curso. Ver que talvez eu nem consiga um emprego na área porque o concorrente foi pra Europa e sabe falar 3 línguas, além de ter publicado 2 artigos durante a graduação.
submitted by criptonio to desabafos [link] [comments]